Importância das sementes nativas

Uma semente é muito mais do que a origem de uma planta, uma flor ou um alimento. Uma semente é o começo da vida e é capaz de recuperar completamente um solo degradado a ponto de convertê-lo num espaço habitável capaz de oferecer serviços ecossistémicos. Estas sementes podem ser utilizadas nos mais diversos locais, visto que oferecem um mosaico variado de possibilidades desde aespaços nas vias férreas aos intervalios nas pedras da calçada, passando por jardins, espaços urbanos e periurbanos abandonados, vinhas, olivais, pastagens, e outras várias infra-estruturas. Todos estes lugares, se degradados, podem encher-se de vida graças às plantas nativas.

Travão na mudança climática

A chave para recuperar a biodiversidade com flores é uma qualidade destas sementes, que, antes de tudo, deve ser autóctone, ou seja, do lugar onde vai ser semeada. Isto permitirá não apenas uma alta taxa de sucesso de implantação, mas também criar um ecossistema forte que sobreviverá e se autoperpetuará. Neste complexo, mas emocionante trabalho está o projeto “Local Fleurs”.
A perda de biodiversidade é um dos grandes problemas da atualidade, acelerada pelas alterações climáticas e o projeto “Fleurs locales” pretende definir ações válidas que contibuam para travar este declínio nos agroecossistemas da região SUDOE.